Últimas Notícias

   

Dia Internacional da Mulher tem mobilização interinstitucional na Redenção

Ponto de encontro tradicional dos porto-alegrenses aos finais de semana, o Parque da Redenção ficou especialmente lotado neste domingo, Dia Internacional da Mulher. Dezenas de instituições e entidades se uniram na promoção de ações de conscientização de combate à violência de gênero contra a mulher.

A Corregedora-Geral da Justiça, Desembargadora Vanderlei Teresinha Tremeia Kubiak, Juízes-Corregedores, magistrados que integram a Coordenadoria Estadual das Mulheres em Situação de Violência e servidores estiveram presentes, conversando com a população e distribuindo materiais de divulgação sobre o tema.


Exemplo: casal que passeava no parque mostrou
que violência se combate com amor e parceria
(Fotos: Mário Salgado)

"A violência contra a mulher não tem classe social nem nível cultural; ela acontece em todos os âmbitos da sociedade. Decorre ainda de um conceito machista de que a mulher está aí para servir o homem. E, quando ela não serve adequadamente, ele se acha no direito de revidar, de forma agressiva, seja de violência física, psicológica ou moral", afirma a Corregedora-Geral da Justiça. "O nosso objetivo é mostrar os recursos disponíveis para prevenir ou dar encaminhamento para que cesse alguma escalada de violência que ela eventualmente esteja sofrendo", acrescenta a Desembargadora Vanderlei.

A titular da Coordenadoria, Juíza-Corregedora Gioconda Fianco Pitt, destacou a importância de atividades integradas, por envolver agentes da rede de proteção à mulher. "Estamos nessa ação integrada, ao lado do Ministério Público, da Defensoria Pública, da Brigada Militar, de ONGs e entidades justamente para ressaltar os direitos da mulher e para fazer com que a mulher se sinta protegida pelo Estado. Às vezes, ela tem medo de denunciar a violência, o abuso, e a gente tem que proteger esta mulher", afirmou a magistrada.


Juíza-Corregedora Gioconda Pitt, Corregedora-Geral Vanderlei Kubiak,
Juíza Andréa Cenne e assessora Cristina Mazuhy durante a atividade 

Respeito

Um painel da campanha Tod@s por elas, lançada no ano passado, em parceria entre o Tribunal de Justiça e a Federação Gaúcha de Artes Marciais Mistas (FEGAMM), foi colocado próximo ao Monumento ao Expedicionário. Quem passava por ali aproveitava para posar para fotos usando as luvas-símbolo da campanha.


Tod@s por elas: Juízas Gioconda, Fabiana, Andrea e Michele

Cristiane Labandeira Dorneles considera que o Dia Internacional da Mulher enfatiza a igualdade de gêneros. "Muitas mulheres são provedoras de suas famílias. Não queremos ser julgadas pela estética ou como objeto sexual. Somos seres humanos, temos sonhos, desejos, conflitos e queremos ser respeitadas. Amadas com respeito. Amor não é violência, não é prender. É aceitar diferenças e qualidades."

Dona Corinta Marques Santiago, 76 anos, também se juntou à campanha. Com 52 anos de casada, ela considera que o respeito aos direitos da mulher é a principal conquista a ser celebrada. "De umas décadas para cá, estamos tendo bastante respeito em todos os sentidos. Eu e meu esposo conversamos muito e isso é o mais importante: o respeito e o amor."


Todos na luta contra a violência: lutadores que estrelam a campanha
na linha de frente da mobilização

Gabriela Cantes tem apenas 11 anos, mas já sabe dar o recado sobre o que elas mais precisam: "A mulher quer respeito. Porque ela tem os seus direitos. Tem que poder fazer o que ela quiser, onde ela quiser, com quem ela quiser."

Nesta segunda-feira (9/3) terá início a Semana da Justiça pela Paz em Casa em Tribunais de Justiça de todo o país. Confira a programação completa: http://www.tjrs.jus.br/site/imprensa/noticias/?idNoticia=497135


Público que passou pela Redenção vestiu as luvas e postou
seu apoio ao combate à violência contra a mulher

Participações

Também participaram do evento as Juízas-Corregedoras Geneci Ribeiro de Campos, Cristiane Hoppe; o Juiz-Corregedor Max Akira Senda de Brito; as Juízas de Direito com atuação na Violência Doméstica e Familiar Madgéli Frantz Machado (Porto Alegre), Márcia Kern (Porto Alegre), Andréa Hoch Cenne (Novo Hamburgo), Michele Scherer Becker (São Leopoldo) e Fabiana Pagel da Silva (Canoas).

EXPEDIENTE
Texto: Janine Souza
Assessora-Coordenadora de Imprensa: Adriana Arend
imprensa@tj.rs.gov.br 

Publicação em 08/03/2020 13:21
Esta notícia foi acessada 555 vezes.

CIDADES

Rua Francisco Oscar Karnal, 380 - Centro - Lajeado/RS

Rua Duque de Caxias, 912 / 103 - Centro - Encantado/RS

E-MAILS

schaffer@schafferadvogados.com.br

TELEFONES

Lajeado: (51) 3748-5566

Encantado: (51) 3751-1754

© 2014 - Schaffer Advogados - Todos os direitos reservados.